Destaque

Como os cuidadores podem fazer uma primeira impressão de alto nível com os clientes

Grande parte dos prestadores de home care e provedores de cuidadores de idosos concordariam que fazer uma boa primeira impressão com um cliente ou paciente é de vital importância para o relacionamento. Às vezes, porém, é mais fácil dizer do que fazer.

É por isso que muitas empresas passam tempo e dinheiro treinando cuidadores sobre como fazer conexões positivas com clientes e suas famílias desde o início.

Algumas de suas principais dicas para uma boa primeira reunião incluem ouvir, boas habilidades não-verbais e garantir que haja química.

 

Ouça primeiro

A maioria das equipes fala pela primeira vez com seus clientes ou pacientes à medida que transitam de um hospital ou unidades de saúde durante o processo de volta para casa.

O relacionamento geralmente começa com um telefonema ou visita pessoal. Essa interação geralmente abrange a  história clínica e os serviços a serem oferecidos ao paciente ou esperados pelo cliente. Os familiares ou outros que ajudam a cuidar do paciente também estão freqüentemente envolvidos nessa discussão.

Durante a primeira visita regular, as equipes quebram o gelo apresentando-se e dando aos clientes sua atenção durante o primeiro minuto. Os primeiros 60 segundos é quando se deve dar a esse paciente essa atenção total, mas não só para o paciente, mas para a família também.

A idéia é dar a um cliente ou a seus entes queridos a chance de falar, listar preocupações ou fazer perguntas. Pode até não ser o problema mais significativo clinicamente, mas quando você aborda essas preocupações primeiro, o paciente fica mais relaxado.

Na visita inicial, as equipes também examinam os objetivos do paciente, como estar bem o suficiente para atividades simples como atravessar uma sala. O paciente, quando possível,  tem que participar desse plano de cuidados para que se possa ser bem sucedido. Quando paciente e família vêem que eles podem participar, a primeira impressão é excelente.

Fazer uma boa primeira impressão sempre resulta em melhores relacionamentos com clientes e cuidadores. Se apresentar, fazer contato visual e falar com todos é uma abertura para que todos sejam humanos. A introdução realmente ajuda a fazer uma visita bem-sucedida.

 

 

Mágica correspondente

Uma maneira de fazer uma melhor primeira impressão é estudar se o cuidador e o cliente são uma boa combinação antes de se encontrarem. Antecipadamente é bom aprender tanto quanto sobre os gostos e desgostos de um cliente antes da primeira visita, como preferências alimentares, línguas faladas na casa ou religião.

É importante ter grande atenção para a família do cliente e se certificar de educar os cuidadores sobre o que o cliente gosta. Não se trata de um estranho conhecer um estranho, mas de um cuidador que tem conhecimento do meio ambiente em que está entrando.

 

 

Habilidades não Verbal

Outra área importante de foco é sobre o que não é dito. Um aperto de mão firme, contato com os olhos e uma aparência profissional podem percorrer um longo caminho para os cuidadores quando eles conhecem pacientes e clientes.

Muitas empresas pedem aos cuidadores para usarem uniformes ou crachás antes de visitar pacientes. Uniformes profissionais e um crachá de identificação elimina o ceticismo que o cliente tem.

A pontualidade também é a chave do negócio. Estar na hora e entrar com um sorriso pode fazer toda a diferença no mundo.

 

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: