Impacto da Acreditação em Home Care, por Dra. Luiza Watanabe

Coluna escrita por: Dra. Luiza Watanabe – Pesquisadora e Doutora na área de assistência domiciliar; e Fundadora da empresa Dal Ben Home Care

Publicada em 25/10/2012.

O processo de acreditação tem o objetivo de melhorar a qualidade da assistência de saúde prestada, proporcionando segurança ao paciente e minimizando riscos. Para isso, as instituições de assistência domiciliar precisam adaptar processos clínicos e administrativos baseados nessa cultura da segurança.

Os impactos da acreditação na maioria das vezes podem passar despercebidos aos olhos do cliente, visto que nem todos possuem conhecimento sobre a importância do processo de acreditação, somado a busca de atendimento imediato, e com foco também em custos além da experiência vivida.

Basicamente, a certificação gera um impacto de qualidade e eficiência do cuidado. Mais do que um valor financeiro, a acreditação tem um valor estratégico para as empresas de home care. Isto porque permite que a organização sedimente processos baseados em uma metodologia científica de qualidade, capaz de comparação e melhorias. Isso garante para a empresa perenidade e sustentabilidade administrativa.

Como quantificar?

Para trabalhar com uma metodologia de qualidade, a empresa deve fazer investimentos significativos em processos e, principalmente, em educação dos seus colaboradores. Há uma grande discussão a respeito do retorno financeiro deste investimento, mas em minha avaliação isso só é possível a médio e longo prazo de forma mais concreta. Inicialmente, o retorno é observado em melhoria dos processos e qualidade, o que é perceptível aos clientes, inclusive.

É possível quantificar o investimento e retorno financeiro através de indicadores, bem como o impacto no âmbito assistencial, por conta da padronização de protocolos clínicos, maior conscientização dos profissionais, o que é reflexo do investimento em educação e integralidade de informações. Entre os principais ganhos qualitativos estão a diminuição de possíveis erros na assistência, além de outros indicadores, como:

•          Índice de Infecção Domiciliar,

•          Índice de Úlcera por Pressão,

•          Índice de Quedas,

•          Índice de Reinternações Hospitalares,

•          Índice de Não Conformidades,

•          Índice de Eventos Adversos na Administração de Medicamentos

•          Índice de Satisfação do Cliente.

Atualmente, as instituições não têm políticas diferenciadas para remunerar os prestadores acreditados, esperamos que esse reconhecimento seja uma tendência no futuro através de metodologia científica e análise crítica do desempenho das empresas de assistência domiciliar, pois isso promove a melhoria na prestação de serviços e a busca da qualificação dos players do mercado.

About Autor

Conexão Home Care

Portal de Conteúdo e Informações da Atenção Domiciliar no Brasil.

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: