Rumo ao Oceano Vermelho, por Dr. Paulo Emílio

Em Brasília a Assistência Domiciliar em Saúde existe desde 1997. Na época os serviços disponíveis eram ligados somente ao atendimento pré-hospitalar e no Brasil somente 03 ou 04 atuavam diretamente no segmento, estando concentrados em São Paulo e Rio de Janeiro.

A partir da necessidade de promover a desospitalização precoce de pacientes com longa permanência hospitalar, que naquela época não existia, começam a surgir novas iniciativas de cuidados domiciliares, inclusive com a busca de protocolos fora do Brasil que pudessem responder, mesmo que paliativamente a esta necessidade latente – este, por exemplo, foi um dos caminhos percorridos pela própria 2P Health Care.

Brasília oferece algumas peculiaridades, o público é formado essencialmente por Caixas de Assistência a funcionários de instituições perenes do país, como por exemplo: Correios, Secretária da Fazenda, Banco Central, Ministérios, Tribunais, Banco do Brasil, Exército, dentre outros.

Estas instituições, a exemplo de outros, prezam pela qualidade dos serviços prestados e hoje trabalham com alto grau de amadurecimento no que se refere à Assistência Domiciliar em Saúde, o que significa dizer que não há espaço para “amadores” neste mercado.

Não obstante isso, é possível constatar o surgimento de novas empresas impulsionadas pelo sonho de conseguir fortuna na Capital Federal.

Brasília reúne aproximadamente 30 empresas de Home Care, um mercado cada vez mais saturado, somado ao fato das práticas da concorrência em que o preço é o fator mais importante, situação que preocupa, pois vem gerando desgaste, atendimentos de má qualidade e uma imagem negativa das empresas já consolidadas.

Estamos enfrentando uma fase de “Oceano Vermelho” onde todos os players do mercado brigam pela mesma fatia do bolo.

Pode-se afirmar que somente sobreviverão aquelas empresas com um modelo diferenciado de assistência, com equipes realmente capazes e envolvidas e com investimentos constantes em inovação, tecnologia e infraestrutura.

 

Retrato Brasil: Brasília. Escrito por Dr. Paulo Emílio Aguero. Médico cirurgião especialista em Terapia Intensiva e administrador de empresas é CEO-Presidente do Grupo 2P Health Care.

——

 A Coluna Retrato Brasil traz o ponto de vista dos administradores e gestores das organizações de Home Care nos diferentes estados do país, abordando os desafios dos prestadores na execução da assistência e relacionamento com o paciente/família, avaliação sobre o nível de aderência/conhecimento dos serviços de Home Care à sociedade, entre outros pontos.

About Autor

Conexão Home Care

Portal de Conteúdo e Informações da Atenção Domiciliar no Brasil.

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: