Tecnologia pode ajudar a identificar pacientes para cuidados domiciliares

Software da IBM vem sendo customizado para interpretar grandes quantidades de dados a fim de melhorar a tomada de decisão de gestores do segmento dos cuidados em casa. A tecnologia está sendo carregada com os dados históricos e não identificados de pacientes de um provedor de serviços com a finalidade de se criar algoritmos capazes de capturar informações sobre os atuais indicadores de comportamento e saúde de moradores e pacientes.

“Nós realmente estamos apenas olhando para saber mais sobre onde os pacientes devem estar, com base na sua taxa de recuperação”, comenta Mike Billings, presidente da organização parceira à frente do projeto. “Podemos ter pacientes que são melhor servidos na saúde em casa, em vez de enfermagem especializada.”, finaliza.

Na realidade a tecnologia é uma ferramenta de aprendizagem cognitiva, por isso busca identificar tendências nos comportamentos dos serviços de saúde, fornecendo ideias sobre as necessidades dos pacientes e como tornar-se mais eficaz, eficiente e direcionar a forma como os cuidados são prestados.

“O que esperamos aprender ou criar é um modelo de prestação de cuidados que seja mais preciso”. Comenta o presidente.

 

Um Compromisso com os Idosos

A iniciativa tem como objetivo principal desenvolver um produto focado na população idosa. O projeto prevê a instalação de salas de enfermagem de curta duração para, ao longo de seis meses, capturar dados associados a centenas de pacientes idosos que receberão cuidados.

As tecnologias de captura de informações são colocadas nos mais diversos locais, como quartos, camas.

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: