Health by Conexão Home Care
Acontece Cotidiano

Cuidadores de idosos estão sujeitos ao adoecimento mental

Um recurso para proteção da saúde de quem cuida são as capacitações gratuitas que visam reduzir os riscos e melhorar as condições dessas pessoas

De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o número de idosos que necessitam de cuidados especiais nas Américas irá triplicar nas próximas três décadas. No Brasil, esses cuidados, muitas vezes, são ministrados por familiares sem nenhum tipo de treinamento formal, o que pode resultar em precariedade no trato com o e em complicações de saúde para o próprio . Por isso, ser capacitado é fundamental como uma proteção da saúde de quem recebe e de quem oferece o cuidado.

“Como muitas famílias não têm condições de arcar com um cuidador profissional, às vezes o idoso acaba recebendo atenção de um filho ou cônjuge, por exemplo”, comenta a médica geriatra e professora do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG, Maria Aparecida Camargos.

Esse cuidado sem treinamento, de acordo com a especialista, pode gerar estresse físico e mental, principalmente quando se considera a proximidade emocional com o idoso.

Alterações no sono, ansiedade, quadros depressivos e anedonia – perda da capacidade de sentir prazer – são alguns dos efeitos possíveis desse estresse gerado pela dificuldade emocional em lidar com o quadro de saúde do idoso. Por isso, para Maria Camargos, é necessário que o cuidador, principalmente se for familiar, atente-se a sua saúde mental para evitar adoecimentos.

“O cuidador precisa ter uma vida ativa. É importante que procure centros de convivência pública, para que possa tirar um tempo para si mesmo. Não deve deixar sua vida pessoal de lado, pois isso pode gerar sério adoecimento mental” Maria Aparecida Camargos

A falta de treinamento também pode gerar complicações físicas, como dores ou problemas musculares causados pela movimentação inadequada do idoso. Então, Maria Camargos orienta que cuidadores familiares procurem formas de capacitação. “O treinamento profissional ajuda, a compreender melhor os processos do idoso”, afirma.

As capacitações auxiliam com técnicas para movimentar o idoso de forma que não gere lesões, por exemplo. “O cuidador também aprende como melhor ajudar durante os momentos de alimentação, de forma que o idoso não tenha um engasgo ou sofra uma aspiração”, comenta.

 

Fonte:https://www.medicina.ufmg.br/cuidadores-de-idosos-estao-sujeitos-ao-adoecimento-mental/

Publicações relacionadas

Dono de Home Care é suspeito de comandar desvio de verbas no AM

Conexão Home Care

EUA: Home Care se torna alvo de processos trabalhistas

Conexão Home Care

O difícil cenário na prestação de serviço na Assistência Domiciliar, por Rubens Guimarães

Conexão Home Care

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais.

Política de Cookies e Privacidade
%d bloggers like this: