Health by Conexão Home Care

DISTRIBUIDORES de produtos hospitalares ESTÃO cobrando R$ 300,00 por uma caixa de máscaras descartáveis c/ 100 unidades, caixa que era adquirida por R$ 11,40 em janeiro/2020.

A ausência do produto nas prateleiras e nos estoques, a alta demanda e o custo da moeda estão entre as principais justificativas dos fornecedores e distribuidores de insumos médicos hospitalares em todo o Brasil para itens básicos como álcool em gel, máscaras descartáveis, luvas de procedimentos e afins. Mas está claro que há abusos nesses preços.

Nos últimos dois meses o dólar apresentou uma variação de alta de 23%, em 24 de janeiro de 2020 era cotado a R$ 4,18 e nesse momento enquanto publicamos essa postagem é cotado a R$ 5,14. A justificativa de variação cambial para aumento em mais de 26x (vinte e seis vezes) no preço das máscaras não encontra respaldo no aumento da moeda americana e nem na justificativa de aumento de custos de produção.

Outros insumos hospitalares das áreas de equipamentos também estão inflacionados. A grande procura por respiradores mecânicos, por exemplo, fez o preço subir 170%.

Isso é um desrespeito com o cliente e com a população. Esperamos que o consumidor anote o nome da empresa para boicotar e denunciar.

Fica claro que a indústria da saúde e alguns personagens da cadeia de distribuição atacadista estão se aproveitando da pandemia de Covid-19 para criar preços inflacionados no segmento, situação que coloca ainda mais em risco a operação das unidades de assistência à saúde como organizações hospitalares, empresas de home care e afins.

“Todo e qualquer consumidor, seja pessoa jurídica ou pessoa física, que encontrar produtos vendidos por preços acima da média ou considerados abusivos pode denunciar a situação junto ao Instituto de Defesa do Consumidor (Procon), preferencialmente por email. Há também a opção do telefone 151.

Convidamos as empresas de assistência domiciliar e as famílias que estão se sentindo lesadas a nos encaminharem mensagem para conexao@conexaohomecare.com com o nome do distribuidor ou local onde encontrou preço abusivo e o preço. Publicaremos uma relação de locais com .

 

 

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais.

Política de Cookies e Privacidade
%d bloggers like this: