Health by Conexão Home Care
Assistência Domiciliar Destaque

Home Care Gourmet, da culinária à assistência domiciliar

Há quem diga que gourmetizar é se apropriar de uma embalagem estética para vender um produto ruim, porém, e diferente desta afirmação, o fenômeno está  diretamente relacionado à oportunidade de mercado para revestir um produto ou serviço das características que o cliente deseja observar, para então vende-lo a um preço com valor agregado.

O fenômeno da gourmetização, que teve início no segmento da culinária e cresce cada vez mais, não tem a ver apenas com comida e atualmente vem se estendendo para além da cozinha.

A aceitação do público para um produto ou serviço gourmet não é simples, parte do público tem certa resistência aos produtos chamados gourmetizados – afinal por que pagar mais caro por algo simples que se tornou “luxuoso”? – Nem todas as tentativas de gourmetização são bem-sucedidas, geralmente quando o fornecedor não é capaz de demonstrar efetivamente as reais diferenças (valores agregados) na composição e/ou na apresentação do produto ou do serviço.

Mas há um fato importante: muitos consumidores têm o desejo de provar e conhecer coisas novas, diferenciadas, com valor agregado e quando um produto ou serviço é fiel ao rótulo de gourmet, ele costuma ser bem aceito e muito bem-sucedido.

“No momento em que fomos realizar a avaliação, o cliente do convênio nos pediu um técnico de enfermagem que soubesse jogar xadrez, que não fosse negro, que não estivesse acima do peso, que fosse capaz de se portar com etiqueta na mesa e que falasse inglês.” A. S. M., enfermeira assistencial de um provedor de (nome abreviado a pedido), comentando sobre o pedido de um cliente.

Reservada a constatação discriminatória evidente no pedido feito a essa Enfermeira, este é um tipo de demanda cujo provedor de assistência domiciliar terá dificuldades para atender, por dois simples motivos: o custo de um profissional com este perfil é diferenciado e nenhuma tabela de convênio prevê; a dificuldade de recrutar um técnico de enfermagem, nos moldes de contratação atual, que fale um idioma além do português (ressalvados casos de imigrantes, às vezes refugiados, que se dispõem a atuar aos preços disponíveis) é alta.

Contudo, é evidente que este tipo de demanda não é isolado e que diariamente os mais de 800 provedores de assistência domiciliar no Brasil recebem os mais diversos tipos de pedidos de potenciais clientes e de clientes com assistência em curso. Segundo a técnica de posicionamento estratégico creditada à Albert Humphrey, temos aqui uma oportunidade de mercado, ou seja, uma situação externa à empresa que pode afetar positivamente o negócio da organização.

Compreender o consumidor é uma função essencial de toda empresa, para que a partir das expectativas desse demandante, a organização seja capaz satisfazê-las, além de efetivamente contribuir para o sucesso do negócio. Outro fator importante é entender o papel de cada personagem no processo de escolha do serviço, pois nem sempre é o cliente quem decide o que deseja comprar, em especial no segmento de .

Nesse caminho, gourmetizar a assistência domiciliar passa a ser o desafio de poucas organizações que estejam alinhadas a sair do mercado comum, e ocuparem espaço junto as brigaderias, cervejarias artesanais, chocolaterias, entre outras.

Publicações relacionadas

O difícil cenário na prestação de serviço na Assistência Domiciliar, por Rubens Guimarães

Conexão Home Care

Ideal Care e Geriatrics têm a palavra

O desafio de ser único na Assistência Domiciliar

Conexão Home Care

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais.

Política de Cookies e Privacidade
%d bloggers like this: