Health by Conexão Home Care
Assistência Domiciliar Destaque

Serviços de Atenção Domiciliar adequam atendimento às condições de isolamento social

As restrições impostas pelos governos e as ações sociais em função da pandemia do , em especial a condição de isolamento social e quarentena, têm exigido dos serviços de atenção domiciliar alterações nos processos de trabalho buscando a proteção do paciente, das equipes de saúde e da população como um todo.

Os profissionais de saúde são os mais expostos à doença, uma vez que estão na linha de frente dos ao doente e aos pacientes. Ainda que providos de todos os recursos de proteção individual, principalmente a máscara, e de outros , podem ser via involuntária de transporte do vírus, em instrumentos de assistências e na própria roupa, por exemplo.

Nesse sentido, trabalhar para reduzir o acesso dos profissionais de saúde na casa do paciente em , na medida do possível e sob orientação do médico, faz todo sentido, na medida que reduz bruscamente a exposição do paciente, já com outras demandas de saúde, ao público mais exposto à doença, evitando a transmissão comunitária.

Orientações dos conselhos de classes têm adotado posturas importantes para evitar a exposição desnecessária do paciente em home care.

O Conselho Federal de Enfermagem (COFEN) orienta aos profissionais de enfermagem que evitem exposições desnecessárias entre pacientes, profissionais e visitantes dos serviços de saúde.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) autorizou o uso da telemedicina durante a pandemia do COVID-19, permitindo o atendimento à distância, a orientação e o encaminhamento de pacientes em isolamento.

Aos serviços de atenção domiciliar, empresas de home care, cabe reorganizar seus processos de assistência para reduzir ao máximo as visitas aos pacientes, se utilizando das orientações dos conselhos de classe e da tecnologia. Uma vez realizados os ajustes nas escalas de trabalho é importante:

  • Comunicar a família ou o responsável do paciente em home care as alterações e como a equipe da empresa funcionará em situações de intercorrências do paciente;
  • Como serão realizadas as dispensações de medicamentos e insumos médicos hospitalares para a residência (lembrando que não é responsabilidade da empresa de home care prover para a casa do paciente máscaras ou outros equipamentos de proteção individual para os familiares, os insumos são exclusivos para o paciente);
  • Comunicar o convênio acerca das alterações;
  • Comunicar os profissionais de saúde;
  • Comunicar outras partes interessadas.

Assegurar a comunicação permanente e consistente entre todas as partes envolvidas garante segurança e conforto nesse momento.

Publicações relacionadas

Pesquisa beneficiará Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais

Conexão Home Care

Programa domiciliar reduz readmissão hospitalar de pacientes cardíacos

Ética reflete o comprometimento com o cuidado na saúde

Conexão Home Care

Deixe uma resposta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais.

Política de Cookies e Privacidade
%d bloggers like this: